Trombose Venosa Profunda (TVP)

Popularmente conhecida como trombose, é considerada assim pela formação de coágulos sanguíneos em uma ou mais veias que ficam localizadas na parte inferior de nosso corpo, ou seja, nas pernas.

Conheça o que e trombose

As tromboses por consequência desses coágulos bloqueiam o fluxo sanguíneo causando um inchaço e dor na região das pernas. Contudo, é considerado como problema maior quando estes coágulos passam a se movimentar pela nossa corrente sanguínea causando um processo chamado de embolia. A embolia é uma das grandes complicações decorrente da Trombose Venosa Profunda, podendo afetar veias importante como as dos pulmões, cérebro e correção.

Sintomas da trombose

Quaisquer pessoas podem apresentar sintomas e sinais de trombose, no entanto, devem ficar alertas por serem muito sutis.  Metade dos portadores de trombose não manifestam os sintomas, por isso, vamos conhecer alguns deles para ficar alerta.

  • Muitas dores nas pernas, principalmente nas regiões das panturrilhas, tornozelo e pés;
  • Uma grande sensação de queimação no local em que o coagulo afetou;
  • Ocorrem mudanças de cor da pele na região da perna afetada, podendo ficar avermelhada ou até azulada;
  • Ter a presença constante de edemas, mais conhecido como inchaços.

Diagnósticos e exames da trombose

Quando apresentado sintomas da trombose venosa profunda em suas pernas, é ideal procurar um médico cardiovascular para que ele analise as possíveis causas, tratamento e devidas prevenções afim de que a trombose não evolua para complicações mais graves.

Diagnostico

Para saber se realmente os sintomas que você apresenta é trombose ou não, o seu médico cardiovascular deverá lhe fazer diversas perguntas e também um breve exame físico. Entretanto, este exame não será o suficiente para um diagnóstico preciso. É necessário que você faça mais alguns exames como:

  • Exame de sangue para verificar a contagem de sua coagulação;
  • Tomografia e ressonâncias magnéticas: onde o médico poderá observar suas veias, e encontrar e que local de seus vasos existem as complicações e onde estão depositados os coágulos;
  • Ultrassom: é um dos primeiros exames a ser pedido para verificar a existência de coágulos;

Tratamentos da trombose

Depois de passar em um especialista e dado o diagnóstico é chegada a hora de começar o tratamento que são eles:

  • Parar o crescimento de coágulos sanguíneos;
  • Evitar que os coágulos possam avançar parar outras áreas de nosso corpo, impedindo assim diversas complicações;
  • Diminuir as chances do aparecimento de novas tromboses;
  • Uso de medicamentos conhecidos como anticoagulantes para diminuir a coagulação do sangue;
  • Uso de meias de compressão para diminuir os edemas (inchaços) nas pernas.

Prevenção

Como previnir a trombose

A prevenção da Trombose Venosa Profunda é tão simples como seu tratamento. Veja abaixo algumas delas:

  • Pratique exercícios regularmente;
  • Evite permanecer se sentado por muito tempo, levante e ande um pouco;
  • Evite o consumo de alimentos gordurosos, bebidas alcóolicas, excesso de cigarros. Tenha uma alimentação saudável;
  • Ficar acima do peso prejudica sua mobilidade e por consequência o sedentarismo acomete o sobrepeso em suas pernas;
  • Evitar muito estresse;
  • Ficar muito tempo deitado ou em repouso, se possível levante de tempo em tempo e faça uma caminhada;
  • Usar meias compressivas de vez em quando, principalmente para aquelas pessoas que trabalham muito em pé, pois isso ajudará na circulação e diminuirá o inchaço;
  • Não deixar de fazer visita regulares ao seu médico, e fazer um check up anuais.

Distúrbios da Tireoide

A tireoide é uma glândula localizada na parte inferior do pescoço que possui a forma de uma borboleta. Ela é responsável pela regulação de diversos processos metabólicos do nosso organismo. Existem inúmeros distúrbios da tireoide que podem acabar comprometendo a função e a estrutura da mesma.

Na maioria dos casos, os distúrbios da tireoide aparecem quando a glândula para de funcionar corretamente, passando a produzir uma quantidade maior ou menor de hormônios do que é considerado normal.

Doenças relacionadas a tireoide

É possível encontrar quatro diferentes tipos de doenças relacionadas à tireoide, são elas: hipertireoidismo, hipotireoidismo, bócio e nódulos benignos da tireoide e câncer da tireoide.

No hipertireoidismo, o corpo produz mais hormônios do que o normal, e no hipotireoidismo há uma redução da produção desses hormônios.

Entre os principais sintomas do hipertireoidismo podemos destacar a perda de peso, o aumento do apetite, da frequência cardíaca e da pressão arterial, transpiração excessiva, evacuação frequente, aumento do volume do pescoço e fraqueza muscular.

Já o hipotireoidismo é caracterizado pelo aparecimento de sintomas que podem incluir formigamento nas mãos, letargia, depressão, redução da frequência cardíaca, prisão de ventre e unhas quebradiças.

Exames e tratamentos para os distúrbios da tireoide

Doenças da tireoide

A partir do momento em que você identificar o aparecimento de um desses sintomas ou de um conjunto deles, o primeiro procedimento a ser tomado é procurar a ajuda de um médico.

Geralmente, o especialista responsável por tratar os distúrbios da tireoide é o endocrinologista. Procure se informar se na sua cidade há um médico com essa especialidade, e se não houver, marque uma consulta com um clínico geral, para que, se for o caso, ele possa te encaminhar para o endocrinologista mais próximo.

Além do exame físico e do seu histórico médico, que deverá ser informado no momento da consulta, você deverá fazer uma série de exames especializados para diagnosticar os distúrbios da tireoide. Entre esses exames, está o exame de sangue, que é utilizado para medir os níveis de hormônios da tireoide.

Os exames de imagem também podem ser solicitados com a finalidade de investigar a presença e o tamanho de possíveis nódulos na tireoide. Se algum nódulo for detectado, o médico poderá ainda solicitar a realização de uma biópsia ou de uma punção aspirativa, para identificar se os nódulos são benignos ou malignos.

Tratamento dos distúrbios da tireoide

O tratamento indicado para as doenças da tireoide vai depender especificamente da disfunção. Nos casos mais simples, pode ser necessário apenas um acompanhamento clínico ou o uso de medicamentos de forma contínua.

Muitas pessoas acabam adiando a consulta com o médico por se sentirem amedrontadas com o diagnóstico de uma doença relacionada à tireoide. Como acontece com qualquer outra doença, quanto mais rápido o problema for identificado, mais cedo começa o tratamento e mais chances você terá de ser curado.

No momento da consulta, é muito importante que você relate ao médico todos os sintomas que vem sentindo, com que frequência eles costumam aparecer e desde quando você notou o aparecimento dos mesmos.

Esse tipo de informação facilita o diagnóstico e faz com que o médico possa precisar exatamente quando foi que a doença apareceu.

É importante lembrar que as mulheres são até 8 vezes mais propensas a desenvolver os distúrbios da tireoide do que os homens, sendo assim, o cuidado deve ser redobrado.

O fator genético é crucial para o aparecimento das doenças da tireoide, portanto, se houver alguém na família que já tenha sofrido com o problema, é importante ficar atento e realizar exames preventivos

Cuidar dos distúrbios da tireoide assim como de qualquer doença que venha a nos acometer é uma obrigação pessoal. Nossa saúde agradece.

Curiosidades sobre o distúrbio da tireoide

Essa glândula tem por função regular um grande número de processos metabólicos em todo o nosso corpo. Vários distúrbios são capazes de alterar de forma significativa a sua estrutura e principalmente sua função.

Algumas curiosidades sobre o distúrbio da tireoide: você pode conferir logo aqui

Essa glândula regula funções importantíssimas em alguns órgãos como por exemplo o coração, o fígado, o cérebro e também os rins. Ela produz hormônios como T3 e o T4.

  • Nas crianças e adolescente, tem como função principal atuar no desenvolvimento. Mas também atua no peso, regulação dos ciclos menstruais, na concentração, na memória e no controle emocional;
  • Pessoas que sofrem com o hipotireoidismo possuem batimentos cardíacos mais devagar. O crescimento pode ficar bastante comprometido e também não conseguem ter o funcionamento correto do intestino;
  • Hipotireoidismo causa diminuição da memória, dores musculares e nas articulações, sensação de sono constante, cansaço extremo, altos níveis de colesterol no sangue e em casos graves, pode auxiliar na depressão.
  • Já nos casos de hipertireoidismo, geralmente o emagrecimento exagerado é a situação mais comum. Por esse motivo também ocorre do coração ficar acelerado, o intestino solto, além da pessoa dormir pouco e se sentir muito cansada;
  • Em alguns casos nas pessoas adultas, a tireoide pode chegar até a pesar em torno de 25 gramas. Dá para acreditar nessa que é uma das maiores curiosidades sobre o distúrbio da tireoide?
  • As disfunções nessa glândula podem acontecer em qualquer momento da vida. Além disso, na maioria dos casos nem mesmo o bócio acontece (aumento da glândula tireoide);
  • Quem consegue fazer o auto reconhecimento de um nódulo na sua glândula, pode conseguir estar salvando a própria vida. Caso isso ocorra, procure um endocrinologista o mais rápido possível;
  • Apenas 5% dos casos nódulos na tireoide são cancerosos. Acredita-se que aproximadamente 60% das pessoas vão sofrer com problemas de aparição de nódulos;
  • Além de possuir semelhança com uma borboleta, também lembra o formato de um escudo. Por esse motivo recebeu o nome de: aglutinação dos termos thyreós (significa escudo) e oidés (significa forma de);
  • O Teste de pezinho é muito importante na vida da criança. Muitas pessoas que vão ler essas curiosidades sobre o distúrbio da tireoide nem sonham que nesse teste é avaliado se a criança nasceu com hipotireoidismo.

Curiosidades sobre o distúrbio da tireoide para você que quer ir além no assunto

O istmo é uma área muito fina de tecido que fica bem no meio da glândula. Ele reúne os dois lóbulos da tireoide. O iodo é utilizado para a produção dos hormônios vitais.

Os hormônios vitais (T3 e T4) são os responsáveis pelo estímulo que as células recebem para trabalhar. Desse forma, temos a garantia que o nosso corpo está funcionando da maneira mais correta possível.

Sintomas observados em quem sofre de distúrbios da tireoide

Sintomas da tireoide

Alguns sintomas que você pode observar em relação ao distúrbio dessa glândula são:

  • Perda de peso em excesso e de forma rápida;
  • Apetite muito maior do que o normal;
  • Muitas evacuações durante o dia;
  • Tremedeira nas mãos;
  • Fraqueza muscular;
  • Transpiração excessiva;
  • Coração acelerado;
  • Alterações nos ciclos menstruais;
  • Aumento da sensibilidade ao frio;
  • Cabelo e pele ressecada;
  • Unhas quebrando facilmente.

Essas são apenas algumas formas de reconhecer esse problema. Em caso de dúvida é sempre indicado procurar um médico para uma melhor avaliação.

Com as curiosidades sobre o distúrbio da tireoide você ficou ciente da grande importância que essa glândula possuí para o funcionamento correto do nosso organismo. Não deixe de observar os sinais que o seu corpo dá.

Scroll to top